quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Em defesa de Auschwitz


O titulo deste post parece irônico a principio: um dos maiores símbolos da barbárie da 2ª Guerra Mundial, o antigo campo de concentração de Auschwitz-II-Birkenau, convertido 3em memorial aos mártires do Holocausto, próximo a Cracóvia (Polônia), corre risco de sumir. O motivo: falta de dinheiro.


Segundo matéria do Le Monde, traduzida pelo UOL, o Museu do Estado Auschwitz-Birkenau, que administra o campo, são necessários milhões de euros para as reformas mais urgentes, 120 milhões para o financiamento total da conservação. Se nada for feito, o local está simplesmente ameaçado de desaparecer. A matéria pode ser lida no link abaixo:



É imporantíssima a preservação de tal patrimônio, reconhecido inclusive pela Unesco. Ainda mais em tempos de crise econômica, onde a xenofobia ganha fôlego (e com ela certas ideias já veiculadas pelos nazistas).


A frase abaixo, gravada no memorial, resume sua importância para a história da humanidade:


"Que este lugar, onde os nazistas assassinaram um milhão e meio de homens, mulheres e crianças, a maioria judeus de vários países da Europa, seja para sempre um grito de desespero e um alerta para a humanidade".

Um comentário:

Jorjão disse...

Alemão, td bem?
Muito bom o seu trabalho, vc realmente merece de mim nota 10..
E valeu por voltar ao meu blog.. comente sempre que puder OK?
abração